Argila

Atividade terapêutica

“Da terra o material,
da cabeça uma ideia,
do coração um sentimento,
da alma uma vida,
das mãos muito movimento.
As mãos sujas vão modelar,
uma forma no barro vão dar.”

Modelar a argila começa em dominar o material através do controle dos próprios movimentos. Saber o quanto de força, a velocidade dos movimentos, a direção dos dedos, o balanço do corpo. Habilidades que treinamos através de exercícios com a argila e só depois de descobrir essas possibilidades é que as formas no barro vão surgindo.

Primeiro é preciso observar o mundo ao seu redor, as plantas, os animais, os objetos, as formas que o mundo tem, tudo são retas e curvas combinadas lado a lado, criando incontáveis possibilidades de forma e função.

Esta é uma atividade de terapia artística bastante sensorial, usamos a visão e a fala para descrever o que vemos, usamos o toque para entender a forma das coisas e depois modelar o barro, a temperatura e textura da argila são bastante particulares difíceis de serem compreendidas.

Por fim transformar o barro em objeto com utilidade é o grande objetivo da modelagem, entender o que os primeiros seres humanos descobriram e como foi aperfeiçoado ao longo da nossa história. Modelar copos, cumbucas, pratos e poder usá-los.
Cor laranja para cima